novos testores

 
Programa diz que testa droga e sexo para educar
arquivo jn
Estreia de "Spuiten & Slikken" motivou queixas por parte dos espectadores holandeses

Filipa Nunes

Os efeitos destrutivos do álcool e a melhor maneira de viver a sexualidade foram os temas fortes de "Spuiten & Slikken" (em tradução livre, "Injectar & engolir"), o novo programa do canal holandês BNN, que estreou anteontem, à noite. Na sua primeira emissão, o "talk-show", que tem gerado grande polémica na Holanda, abordou ainda outros assuntos como vómitos, lições de strip-tease e remédios contra os odores vaginais. E promete não ficar por aí. Consumo de drogas e relações sexuais em directo são outras das propostas para as próximas emissões. Na estreia, enquanto os convidados em estúdio debatiam e comentavam as diferentes reportagens, em directo,um dos jornalistas ao serviço do "Spuiten & Slikken" estava fechado num quarto, sem câmaras, com um casal. No fim do programa, voltou ao estúdio para comentar a a experiência à qual assistiu e na qual, eventualmente, também participou. Quando a primeira emissão terminou, o canal público foi invadido por "emails" de espectadores que consideravam que a BNN tinha ultrapassado os limites. Para os responsáveis do canal, o "talk-show" parece ser inofensivo. "Acreditamos no jornalismo participativo. Se alguém tomar uma droga e depois contar o que sente, você já não precisa experimentar, o jornalista faz isso por si", sublinhou o porta-voz da BNN, Maarten van Dijk, em declarações à agência France Press. Nas próximas semanas, os produtores estão a pensar testar os efeitos reais de drogas pesadas, como a cocaína, o LSD e a heroína. Em relação aos temas de foro sexual, "Spuiten & Slikken" vai abordar em breve o sexo a três, o sexo com uma mulher obesa e fará ainda uma comparação entre o sexo oral praticado por um homem e por uma mulher. Há duas semanas, quando o formato foi anunciado, os produtores defendiam o carácter informativo do programa, sublinhando que não se pretendia favorecer comportamentos de risco, mas sim suscitar uma discussão séria dos problemas.

 
 

Sobre Lena

Tenho muitas paixoes, mas a principal é viver
Esta entrada foi publicada em News and politics. ligação permanente.

6 respostas a novos testores

  1. Unknown diz:

    Sei que choca muitas pessoas esse programa, mas é uma forma de trazer os problemas mais intimos e considerados tabus á discussão…

  2. Helena diz:

    penso que é mais voyeurismo e para fazer aumentar a audienciaha outras maneiras de abordar esses problemas, e quem nos pode falar melhor deles senao for pessoas alcolicas,toxicodependentes, o fazer reportagens em centros onde eles estao o entao ir as urgencias ,ver chegar jovems com overdose quaze a morrer.isso pode nos fazer mais refletir e ver os effeitos negativos.Nao é por se beber um copo a mais um dia que se pode falar em alcolismo.Helena

  3. Unknown diz:

    OlaProgramas desses poderiam ser educativos e trazer para a praça publica problemas que continuam a ser tabu como diz a Dia quando devidamente orientados e sem a necessidade das audiências, mas há alguns que ultrapassam toda a decência e faz com que pessoas, por vezes mal formadas ou com necessidade de protagonismo apareçam a dar a cara, onde perdem toda a dignidade e todo o amor próprio, que para mim são das coisas mais importantes que nós temos … a auto-estima e dignidade.Programas desses nem merecem mais palavras da minha parte.BjsFernando

  4. josé diz:

    É desta forma que agradeço a gentileza para com o meu aniversárioNem a tristeza, nem a desilusão Nem a incerteza, nem a solidãoNada me impedirá de sorrir.Nem o medo, nem a depressão,Por mais que sofra meu coração.Nada me impedirá de sonhar.Nem o desespero, nem a descrença Muito menos o ódio ou alguma ofensa. Nada me impedirá de viver. Em meio as trevas, entre os espinhos Nas tempestades e nos descaminhos Nada me impedirá de crer em Deus. Mesmo errando e aprendendo Tudo me será favorável, Para que eu possa sempre evoluir Preservar, servir, cantar, Agradecer, perdoar, recomeçar… Quero viver o dia de hoje Como se fosse o primeiro Como se fosse o último Como se fosse o único. Quero viver o momento de agora Como se ainda fosse cedo Como se nunca fosse tarde. Quero manter o otimismo Conservar o equilíbrio Fortalecer a minha esperança Recompor minhas energias Para prosperar na minha missão E viver alegre todos os dias. Quero caminhar na certeza de chegarQuero buscar na certeza de alcançar Quero saber esperarpara poder realizar os ideais do meu ser.Enfim,Quero dar o máximo de mim,pra viver intensamente e maravilhosamente Todos os dias da minha vida

  5. Fernando diz:

    eu concordo quer com a Diamante, quer com a Helena. Contraditório? Não me parece. Isto é, em substância o que diz a Helena faz todo o sentido. Estes assuntos são demasiado importantes, para que a atenção não se desvie para aspectos marginais, que fazem as delicias dos espectadores e dão audiências. Por outro lado há temas que estão fechados nas gavetas dos nossos preconceitos que dar-lhes algum mediatismo é um aspecto muito positivo. E se se conseguir uma mescla de informação/formação especializada com a atracção do espectáculo sem cair no absurdo ou no voyeurismo de que fala a Helena, estaremos a chamar a atenção para questão que devem sair desse baú dos tabús.

  6. Unknown diz:

    Olá.Só imagino um programa desse em Portugal… lol Era o caos !!!Esses tipo de programas podem chamar atençao à 1ª vez, para ver dose trata, mas só isso. Pois esse tipo de programas nao passava no meu critério !Marco.P.S: Muitos mimos para ti.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s