Atras do tempo

 
 
O tempo corre, decorre, vai correndo, sem jamais o conseguir-mos apanhar…
 
O tempo correndo, decorrendo vai deixando suas marcas…
 
O tempo vai passando, sem nunca repassando…
 
Andamos sempre atraz do tempo…
 
Até que um dia ele nos apanha…
 
E ali o tempo parou…
 
Sem nunca o termos apanhado…
 
Ele nos apanhou…
 
helena
 
 

Sobre Lena

Tenho muitas paixoes, mas a principal é viver
Esta entrada foi publicada em Poesia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s